Sobre

Missão

Transformar o Brasil em
uma nação esportiva.

Lema

O esporte inspira para uma transformação social, equilibra para um bem estar comum, enobrece para uma cidadania positiva e enche de orgulho uma nação.

Valores

Ética, Transparência, Trabalho em Equipe e Responsabilidade com si próprio e com terceiros.

Equipe


A Sou do Esporte é uma associação sem fins lucrativos que atua como rede de relacionamento entre atletas, entidades esportivas, poder público e o setor privado com o objetivo de massificar o esporte de desenvolvimento e estimular as boas práticas e a governança no esporte brasileiro.

FABIANA BENTES

JOANA CORTEZ

LUIS HAAS

LUIZ FELIPE M. BARROS

PAULA SATTAMINI NABHAN

FABIANA BENTES

Presidente da Sou do Esporte

Graduada em Comunicação Social – jornalista, pós-graduada em Relações Internacionais pela PUC-RJ, com MBA em Gestão Executiva pela Fundação Dom Cabral. Com mais de 20 anos de carreira, trabalhou com gestão de projetos em todos os setores: iniciativa privada, terceiro setor, administração pública, organismos internacionais, além do voluntariado.

Foi Secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro e presidiu a Fundação para a Infância e Adolescência, além de membro efetivo do Conselho de Segurança Pública do Estado.

​Atuou como diretora de projetos no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) liderando o projeto Maré que Transforma, na favela Complexo da Maré / RJ durante três anos, cujos parceiros eram o Fundo do Japão para o Desenvolvimento, Colgate, Visa, Fundação Barcelona e a Liga de basquete americana, NBA.

Fundadora da associação sem fins lucrativos Sou do Esporte, que atua com a Governança de entidades esportivas, geração de conteúdo qualificado e massificação do esporte para comunidades, atua com as favelas do Complexo do Alemão e da Maré, principalmente. SDE é a única representante da América Latina na Play The Game, organização dinamarquesa que combate a corrupção do esporte na Europa.

Como correspondente da Globonews, acompanhou o desarmamento dos paramilitares na Colômbia, trabalhou no laboratório farmacêutico GSK sendo a responsável pela união cultural e de comunicação dos laboratórios Glaxo Welcome e SmithKline Beecham no processo de fusão das empresas.

De forma voluntária, atuou como Vice-presidente dos Conselhos de Segurança Pública e de Esportes da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) até setembro de 2019.

  • Na foto: III Prêmio Sou do Esporte 2017 – Homenagem especial a Eder Jofre – boxe

JOANA CORTEZ

Diretora Institucional – Ex-Atleta Olímpica de Tênis e número 1 do Brasil, representou a Seleção Brasileira durante 8 anos. Atualmente é atleta da Seleção Brasileira de Beach Tennis, Bi-Campeã Mundial e ex-número 1 do mundo. Publicitária, cursando pós-graduação em Comunicação Organizacional pela Universidade Estácio de Sá, formada no Curso Avançado de Gestão Esportiva do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Gestão de Entretenimento e Marketing Esportivo do IAG-PUC Rio. Membro da Comissão de Beach Tennis da ITF (International Tennis Federation).

LUIS HAAS

Consultor Goverança SDE – Doutorando em Sociologia e Gestão do Desporto e Professor Assistente Convidado na Faculdade de Motricidade Humana / Universidade de Lisboa onde leciona nos cursos de licenciatura e mestrado em Gestão do Desporto. Consultor e pesquisador em projetos relacionados à gestão e governança nas organizações esportivas (Prêmio Sou do Esporte Governança em Confederações Brasileiras e National Sport Governance Observer – Play the Game). Autor da Cartilha de Governança em Entidades Esportivas – Lei 9.615/98 (Ministério do Esporte/Inteligência Esportiva/ Sou do Esporte) e de capítulos de livros na área da governança nas organizações do esporte.

LUIZ FELIPE M. BARROS

Diretor de Governança – Especialista em Gestão e Marketing Esportivo pela Faculdade Trevisan, Membro Comitê de Fiscalização, Gestão e Operação da Permissão de Uso do Complexo do Maracanã. Coordenador do desenvolvimento da Matriz de Análise de Governança em entidades de administração do esporte, utilizada no Prêmio Sou do Esporte e Integrante do Grupo de Estudos do Danish Institute for Sports Studies/Play the Game, que desenvolveu a Ferramenta internacional de Benchmarking NSGO – National Sports Governance Observer. Com experiência em projetos esportivos relacionados ao automobilismo, basquete, futsal, futebol, rugby e esportes de ação.

PAULA SATTAMINI NABHAN

Diretora de Arte & Produção – Designer gráfico, formada pela PUC-Rio, com especialização em direção de arte.
Atuou em diversos seguimentos, escritório de design, produtora audiovisual, cinema e esporte.

Social

"O esporte tem o poder de mudar o mundo, tem o poder de inspirar, de unir as pessoas de uma forma que poucas outras coisas conseguem.
O esporte conversa com jovens de uma forma que eles entendem. Ele pode criar esperança, onde antes havia apenas desespero. É muitas vezes mais eficiente do que o governo em quebrar barreiras sociais."

Nelson Mandela

COM FOCO ESG, SOU DO ESPORTE É A ÚNICA ORGANIZAÇÃO SOCIAL ESPORTIVA DO BRASIL QUE ATUA NOS TRÊS PILARES:
MEIO AMBIENTE, SOCIAL E GOVERNANÇA.

Reconhecida internacionalmente pela Play The Game, a Sou do Esporte, fundada em 2015, é a única organização da América Latina que analisa a governança de entidades olímpicas de forma independente e que realiza um prêmio anual promovendo a governança no esporte.

As empresas perceberam a importância de focar em projetos com foco ESG, mas esta realidade, que está apenas começando, é a base das ações da organização Sou do Esporte desde 2015, quando a entidade fez a primeira análise de governança das confederações olímpicas, e a partir daí, provocou no esporte brasileiro a busca pelo “Prêmio Sou do Esporte”.

“Nossa pauta é de construção de um novo esporte para o país, e acreditamos que a governança é a primeira ferramenta que gera credibilidade e investimento. É uma mudança no núcleo do esporte brasileiro, e desde 2015 às entidades olímpicas do país vem evoluindo muito, saíram de apenas três entidades com notas acima de cinco, por exemplo, e já na quinta edição do prêmio Sou do Esporte, tínhamos mais de cinco com notas acima de sete, que já consideramos nível internacional de governança, resultado de todo o estímulo e capacitação que fizemos durante todos estes anos. Nossa próxima etapa é analisar os clubes de futebol, fortalecendo o ambiente profissional nesta modalidade, comenta Fabiana Bentes, presidente da Sou do Esporte.”

Outro aspecto importante é o do meio ambiente, em visitas às escolas e também no prêmio e em ações da Sou do Esporte, o meio ambiente é pauta imprescindível. A velejadora Isabel Swan, medalha de prata nos Jogos Olímpicos, e embaixadora do Instituto Trata Brasil, recebeu o prêmio Sou do Esporte “Atleta de Valor”, por todo seu trabalho com o meio ambiente, e atualmente é a representante desta temática em todas as ações que a Sou do Esporte promove.

Em termos de inclusão e desenvolvimento social, a Sou do Esporte leva no nome sua maior vocação. Atuando em favelas desde antes da fundação oficial, Fabiana Bentes acredita que o esporte além de um motor para a economia do país, é uma força multidisciplinar no desenvolvimento. “O esporte atua como agente de educação, de convívio familiar, de inclusão, de saúde, qualidade de vida e até de segurança pública: menos jovens nas ruas e vulneráveis ao tráfico, mais segurança; relata Bentes.”

Neste sentido, a Sou do Esporte lança, em julho, seu mais novo projeto, dedicado à formação de atletas entre 14 e 17 anos, de clubes e comunidades que tenham potencial de alto rendimento. “O Performance Camp é pioneiro, vamos oferecer vagas para 100 atletas, 25 de cada modalidade: Karatê, futebol feminino, basquete e e-sports; com toda a estrutura multidisciplinar, educação financeira e diversos atletas de renome, como a recém campeã do UFC Priscilla Pedrita, Nalbert do vôlei, Magic Paula do basquete e o tetra campeão mundial de futebol Mauro Silva. Nosso objetivo é levar ao atleta jovem uma construção holística e a percepção ESG na condução da sua carreira. É por meio da base que vamos fortalecer estes pilares, conclui. “

A Sou do Esporte precisa do aporte da iniciativa privada para ampliar suas ações. Para conhecer os projetos e investir no foco ESG por meio do esporte, entre em contato com soudoesporte@soudoesporte.org; soudoesporte@soudoesporte.com.br

 

O projeto Perfomance Camp & Academy pode ser viabilizado via patrocínio ou inscrições diretas.

Serviços

Estudos, consultoria e fomento de boas práticas de gestão e governança de entidades esportivas, buscando o desenvolvimento do esporte brasileiro.

Eventos, publicações e conteúdo esportivo/educacional personalizado para empresas.

Realização de projetos sociais esportivos próprios e/ou de terceiros, além de suporte multidisciplinar para comunidades.

Na mídia

TOP